top of page
Buscar
  • Foto do escritorEquipe Negócios

Como tornar o meu hotel mais sustentável?

No momento presente em que vivemos, a responsabilidade que as empresas têm para com o meio ambiente, não é vista apenas como algo filantrópico, como era percebido décadas atrás. Estamos caminhando para um futuro onde começamos a entender que negócios, sociedade e meio ambiente não são esferas separadas, mas sim esferas integradas onde um elemento não sobrevive sem o outro. Esse entendimento faz com que a responsabilidade das empresas, para com o meio ambiente, se torne uma demanda obrigatória, podendo até ser regulada por leis severas, como no caso de diversos países da Europa, por exemplo.


Fotografia de um Hotel sustentável.

Em um cenário onde ESG (sigla em inglês para designar as boas práticas ambientais, sociais e de governança) é um dos assuntos mais debatidos globalmente, e a demanda por empresas que agem de acordo é crescente, porém a grande maioria das empresas ainda está engatinhando com o tema, incorporar medidas sustentáveis dentro do negócio, se revela como um atrativo diferencial para o seu hotel na hora dos clientes escolherem hospedagem. 


Diante desse contexto, a indústria hoteleira tem uma grande influência e um papel essencial a desempenhar. Empresas inseridas na indústria do turismo devem prestar imensamente atenção em como seu setor operacional impacta o meio ambiente, a comunidade local e a vida dos seus funcionários. Inserir sustentabilidade no hotel, contudo, não precisa ser algo complexo ou difícil. A partir de conscientização, mudanças estratégicas na operação, e engajamento de clientes e colaboradores é possível fazer a transição para o desenvolvimento sustentável de maneira ágil e descomplicada.


Por que a sustentabilidade é importante para a hotelaria?


Adotar uma estratégia ESG dentro do hotel, além de minimizar os impactos negativos no meio ambiente, como desperdício de água, gasto de energia e poluição por meio de resíduos descartáveis, é capaz de gerar outros benefícios, como melhorar sustentabilidade financeira do empreendimento (a partir de economia de água e energia e melhor gestão de resíduos); melhorar a reputação do hotel, e se tornar um diferencial competitivo, visto que a procura por um turismo sustentável vem crescendo exponencialmente nos últimos anos. Uma pesquisa de junho de 2021 do Booking.com, com 29.000 viajantes de 30 países, mostrou que 64% desejam se hospedar em acomodações sustentáveis. A procura é grande, mas a oferta deixa a desejar, visto que 55% dos entrevistados acreditam que atualmente não há opções suficientes disponíveis no mercado. 


Gestão de Resíduos



Fotografia de itens biodegradáveis - gestão de resíduo.

É possível adotar dezenas de medidas para tornar o hotel não apenas sustentável (algo que se sustenta, que não gera, ou minimiza os impactos negativos no meio ambiente), mas, ecológico (que gera impacto positivo no meio ambiente, e usa recursos da natureza sem degenerá-la), como implementar um sistema de captação de água da chuva, e um sistema de energias renováveis e eficiência energética. Porém isso é um passo além. Para os que ainda estão iniciando a jornada do desenvolvimento sustentável, olhar para a gestão de resíduos talvez seja a prática mais acessível no curto prazo. 


 A maneira como o lixo é gerenciado e descartado pode ser fator determinante no impacto ambiental da região. Além de ser necessário implementar uma coleta seletiva responsável, é primordial mudar a forma de encarar esses rejeitos. É preciso entender que produtos descartáveis não são elementos inevitáveis, e podem sim ser removidos da estratégia de operação do hotel. Fazer o uso de objetos reutilizáveis, ou biodegradáveis, se revela como uma ação sustentável bastante eficiente, a partir do momento em que o lixo é retirado da equação, não há o impacto negativo do meio ambiente na hora de seu descarte. Todos os descartáveis que são deixados para os hóspedes em seus quartos, os copos e talheres de plástico no bar da piscina e as garrafas de água de plástico, assim como papéis de escritório ou utilizados no dia-a-dia da operação podem ser eliminados, e a remoção desses elementos resulta também em uma economia (a médio prazo) do custo recorrente atrelado à compra de suprimentos descartáveis até a economia de água utilizada para sua produção. 


Além do lixo plástico, é também preciso olhar para o lixo orgânico, mas não com uma visão de resíduo, mas sim como uma visão de nutriente, através da compostagem desse material. Além do resíduo orgânico da cozinha, durante a operação de um hotel, sempre há restos de comida e refeições. Ao invés de descartá-los em sacos plásticos e direcioná-los a aterros sanitários, o certo é realizar a compostagem para transformá-los em fertilizar para jardins, canteiros e as áreas verdes do hotel. 


E por fim, outro fator relevante é o uso de produtos de limpeza. Sejam detergentes para a roupa ou produtos de limpeza para os quartos e zonas comuns, é preciso sempre optar por produtos de limpeza ecológicos. Os detergentes ecológicos usam mais ingredientes naturais e menos químicos, portanto são menos tóxicos e nocivos para as pessoas e para o meio ambiente.


Promovendo Conscientização


Nada disso é possível se concretizar sem a colaboração dos próprios hóspedes. Além de envolver os próprios funcionários, fornecedores e colaboradores, é preciso envolver os hóspedes efetivamente. Incluir essas mudanças ecológicas no branding do hotel, através de uma comunicação de impacto faz os hóspedes terem mais consciência, celebrar, e colaborar com as novas práticas. 


A partir da conscientização, é possível fazer com que o hóspede colabore com atitudes simples, mas que, ao todo, geram grande impacto. Alguns exemplos são solicitar para que não se troque as toalhas e as roupas de cama todos os dias de sua hospedagem, desligar a luz e o ar-condicionado das áreas que não estejam em uso, incentivar os clientes a também aderirem a uma consciência de consumo, e estimulá-los a utilizar o transporte coletivo da região do seu hotel e promover aluguel de bicicletas. 


É de extrema importância a consciência coletiva de todas as partes interessadas na hora da implementação, para que todos saibam sobre a relevância e sobre os benefícios do ESG para a sociedade, para empresa e claro, o meio ambiente. A união faz a força.


Investindo em Treinamentos


E para atingir esses resultados com excelência, é de extrema importância o investimento em treinamentos. Sem treinamentos não há conscientização, sem conscientização não há mudança, e sem mudança não há evolução e atingimento de objetivos. E é por isso que o Instituto Nova Maré montou um treinamento prático e dinâmico, em ESG voltado para o setor do turismo. 


O Programa Na Maré da Sustentabilidade foi estruturado com base na formação de um Comitê ESG, a partir das lideranças de cada setor do hotel, e do uso de ferramentas práticas para promover um conhecimento fundamental sobre todas as esferas do ESG. Seguido pela aplicação de um diagnóstico sobre onde o hotel se encontra na jornada do desenvolvimento sustentável, e construção de um plano de ação para atingirem os objetivos sustentáveis desejados, podendo ser incluídos também módulos específicos sobre gestão de resíduos na prática e comunicação de impactos, de acordo com a necessidade de cada negócio.  


Seja pioneiro nessa jornada do desenvolvimento sustentável adotando esse treinamento prático e dinâmico na estratégia do seu hotel. Atinja resultados positivos de sustentabilidade financeira, e se torne um atrativo maior para clientes em potencial, enquanto minimiza seus impactos negativos no meio ambiente. Clique aqui para saber mais sobre o Programa Na Maré da Sustentabilidade e como ele pode engrandecer o seu hotel!


863 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page